Central de Marcação: (71) 3409-8000
A fisioterapia durante as sessões de diálise contribui com prevenção de lesões - Foto: Divulgação | Ascom - HSR

A fisioterapia durante as sessões de diálise contribui com prevenção de lesões – Foto: Divulgação | Ascom – HSR

Melhorar a qualidade de vida dos pacientes é o objetivo principal de um programa pioneiro desenvolvido no Hospital São Rafael (HSR), a fisioterapia durante as sessões de hemodiálise. A atividade, iniciada em 2012, surgiu a partir de um projeto de pesquisa desenvolvido como trabalho de conclusão de curso das estudantes de Fisoterapia da Universidade Católica do Salvador, Fernanda Agnys e Clarissa Rios, ambas estagiárias do HSR.

A fisioterapia durante as sessões de hemodiálise tem como proposta colocar em prática um programa de alongamentos e exercícios resistidos, durante o tratamento hemodialítico, quando o movimento torna-se mais difícil, contribuindo, desta forma, com o sedentarismo. Além da atividade prática, o paciente recebe orientações de exercícios e atitudes que devem adotar para ajudar e acelerar seu tratamento.

A falta de exercícios e alongamentos está relacionada com encurtamentos musculares, que muitas vezes geram dores na região dos ombros, na coluna cervical, na coluna lombar, nas pernas e em várias outras partes do corpo. É importante que as pessoas, sedentárias ou não, realizem pausas no decorrer do dia para realizar alongamentos musculares. Essa prática é fundamental para evitar diversas doenças musculares e articulares, e para a melhora da qualidade de vida.

Os alongamentos são exercícios que contribuem para melhorar a flexibilidade corporal, por promover estiramentos das fibras musculares que resultam no aumento do comprimento muscular. A fisioterapia com os alongamentos, durante as sessões de diálise, pode contribuir com a prevenção de lesões musculares, melhora da consciência corporal, diminuição do estresse e das tensões musculares obtidas no decorrer do dia, sensação de bem-estar, melhora da circulação sanguínea, auxílio no bom alinhamento postural e até no preparo do organismo para realizar outros tipos de atividades físicas.

Estes exercícios devem ser feitos de forma lenta e cautelosa, haja vista que um alongamento inadequado pode resultar em lesões. Durante o exercício, devem ser realizadas respirações lentas e profundas para auxiliar no relaxamento e melhor oxigenação dos tecidos. Também é necessário respeitar o limite do estiramento ou tensão para evitar danos ao músculo. Ademais, é fundamental respeitar a duração de cada procedimento, em média, cada alongamento deve ser mantido por cerca de 20 a 40 segundos. Para mais informações sobre como realizar alongamentos, fale com seu fisioterapeuta durante seu atendimento.