Central de Marcação: (71) 3409-8000

Foto: Divulgação

 

Não é à toa que o Dezembro é Laranja. Com a chegada do verão é momento também de iniciarmos a nossa luta contra o câncer de pele. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) registra, a cada ano, 180 mil novos casos de câncer de pele, que respondem por 30% de todos os diagnósticos de câncer no Brasil.

A radiação ultravioleta é a principal responsável pelo desenvolvimento de tumores de pele e a exposição excessiva ao sol é a principal causa da doença. Portanto, nesse verão, não deixe de se prevenir e siga as orientações da Sociedade Brasileira de Dermatologia:

  • Evite a exposição solar e permaneça na sombra entre 10 e 16h (horário de verão), período que a radiação é mais intensa.
  • Use filtros solares, diariamente, que protejam contra radiação UVA e UVB e tenham um fator de proteção solar  (FPS) 30, no mínimo, e não somente em horários de lazer ou diversão. Reaplique o produto a cada duas horas ou menos quando estiver em atividades de exposição ao ar livre e, no dia-a-dia, aplique uma boa quantidade pela manhã e reaplique antes de sair para o almoço.
  • Use vestimentas (camisetas, bonés e chapéus) de tecidos com filtros para radiação UV (ultravioleta).
  • Na praia ou na piscina, use barracas feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta, pois as barracas de nylon formam uma barreira pouco confiável, barrando apenas 5% dos raios UV.
  • Observe regularmente a própria pele e fique atento aos sinais/pintas ou manchas, principalmente se: mudam de cor, têm mancha com várias cores, aumentam o tamanho, sangram espontaneamente, possuem contorno irregular (não é redondo).
  • Aos que têm filhos: mantenham bebês e crianças protegidos do sol, salvo orientação do pediatra. Filtros solares podem ser usados a partir dos seis meses.