O número de idosos no Brasil está em ascensão. Dados do último levantamento do IBGE revelam que existem mais de 29 milhões de pessoas com mais de 60 anos e, até 2030, a expectativa é que esse número dobre. Ainda segundo o órgão, somente em Salvador, o número ultrapassou a casa dos 400 mil. O aumento se deve aos cuidados frequentes com a saúde e elevação da expectativa de vida. Dentro desta perspectiva, o Hospital São Rafael (HSR) realizou o 4º Seminário sobre Envelhecimento Ativo e com Hábitos Saudáveis, no dia 4 de maio.

O auditório Luigi Faroldi ficou lotado. Mais de 200 pessoas participaram do seminário, entre profissionais da saúde, estudantes da área e demais prestadores de serviços que lidam com a terceira idade. A programação do encontro, que ocorreu das 8h às 13h, foi repleta de palestras que envolvem assuntos ligados à nutrição, cuidados com o coração, impacto do tratamento regular nas doenças crônicas do idoso e outros temas que envolvem este público.

De acordo com o organizador do evento e médico geriatra do HSR, Dr. Wenceslau Alonso, o objetivo do evento é disseminar a importância da vida ativa para evitar e combater doenças comuns nesta parcela da população que só tende a crescer. “Isso significa que, embora não possamos controlar fatores intrínsecos como a genética, o envelhecimento é inexorável, mas as pessoas estão cada vez mais optando por um estilo de vida mais saudável e ativo, incorporando no dia a dia hábitos que preservam a saúde mental, aumentando a probabilidade de viver mais e melhor”, detalhou Dr. Wenceslau, garantindo que o seminário transcorreu de forma harmoniosa e bem sucedida, com participação ativa do público, que elogiou o evento e, na ocasião, já solicitou uma nova edição do seminário.