Central de Marcação: (71) 3409-8000

7 de maio – Dia do Silêncio

A palavra é prata e o silêncio é ouro. Quem nunca ouviu esse ditado?! Pois bem, não por acaso, no próximo domingo, comemora-se o Dia do Silêncio. Celebrada, anualmente, em 7 de maio, a data tem como principal objetivo conscientizar sobre os males que a poluição sonora provoca, interferindo na qualidade de vida das pessoas. Além de consequências físicas, o excesso de ruídos prejudica a concentração e eleva os níveis de estresse.
O tema é tão importante que originou leis, específicas nas cidades, por meio das quais são determinados os níveis de barulho toleráveis para cada tipo de ambiente e horário do dia. Aqui, em Salvador, temos a Lei nº 5354, de 28 de janeiro de 1998 que dispõe sobre sons urbanos, fixa níveis e horários em que será permitida sua emissão e trata de licenças para utilização de aparelhos sonoros, entre outras coisas.
Se o silêncio é tão importante para a nossa vida cotidiana, nos contextos normais de convivência em sociedade, imagine num ambiente hospitalar, onde se encontram pessoas com a saúde debilitada, em busca de tratamento, necessitando de conforto físico e descanso mental! O mesmo se aplica aos profissionais que trabalham nestes ambientes, onde a concentração e a tranquilidade são essenciais para o desenvolvimento de suas atividades. Nesse aspecto, vale a pena uma autocrítica e a reflexão: será que estou fazendo a minha parte para a manutenção de um ambiente saudável e com baixos níveis de barulho, aqui no HSR? E não são simplesmente uma buzina, grito ou gargalhada, que constituem perturbação ao silêncio. Muitas vezes, ela é ocasionada por um tom de voz elevado, uma risada alta e inesperada, o ruído de saltos de sapato ou até mesmo pela ocorrência de várias conversas simultâneas.
Por este motivo, o Dia do Silêncio convida toda a população a separar uns minutos durante o dia e desfrutar do total silêncio. No nosso caso, vale aproveitarmos, também, para refletirmos sobre a importância de se preservar o silêncio e adotá-lo como prática, permanente, em nosso ambiente de trabalho.
O silêncio é uma arma contra o estresse e essencial para recuperar as energias mentais. Aproveite o Dia do Silêncio para iniciar a prática da meditação, ou mesmo para apenas ouvir a si mesmo por alguns minutos!