Em pé ou sentado, o que é melhor?

Em pé ou sentado, o que é melhor?

Foto: Getty Images

Muitas pessoas me perguntam “qual a melhor postura para trabalhar?”.

A quantidade de artigos que pode dar um bom embasamento para esse tipo de questionamento é bem ampla, mas existe uma resposta, digamos “genérica”, que por vezes ouvimos dos palestrantes e professores, não é exatamente um conceito, mas que na prática resume bem o que cada trabalhador pode fazer sob a ótica dos hábitos laborais. A frase é: “a melhor postura para se trabalhar é aquela que você acabou de mudar”. Em outras palavras, quanto mais rica for a mudança postural necessária para executar suas tarefas, melhor.  Assim, organizar o trabalho de modo que, constantemente, possa levantar, caminhar, voltar a sentar e assim continuamente mudar a posição do corpo é uma estratégia das mais eficazes. Costumo dizer que, “melhor uma tarefa com liberdade para mudança postural do que uma cadeira superergonômica projetada pela NASA”.

Assim, ao longo do dia, se você trabalha sentado, procure levantar constantemente. Se você trabalha em pé, busque fazer pequenos deslocamentos e sempre que possível faça breves intervalos sentado, dessa forma os músculos serão constantemente nutridos e evitamos assim os efeitos desconfortáveis da respiração celular anaeróbica, que, por vezes, nossos músculos precisam executar para manter o metabolismo celular. Associado a isso é indispensável uma boa ingestão alimentar e, claro, beber bastante líquido, além dos hábitos de atividade física adequada e orientada. Seu corpo agradece!

Por Iury Cabral /ergonomista da Saúde do Trabalhador

Ação de combate à Influenza é realizada no HSR

Ação de combate à Influenza é realizada no HSR

A campanha aconteceu nas áreas administrativas e assistenciais do Hospital São Rafael | Foto: Divulgação Ascom – HSR

O Dia D da campanha nacional de vacinação contra a Influenza, em Salvador, aconteceu no último sábado (12). Mas, aqui no HSR, as mobilizações de conscientização e prevenção contra Influenza A e B começaram bem antes. Desde o mês de abril, a Saúde Ocupacional começou a disponibilizar a vacina para os profissionais da assistência, ação que foi ampliada, a partir de 3 de maio, para os colaboradores administrativos. Já o nosso Dia D foi em 9 de maio. Nesta data, o Núcleo de Vigilância Epidemiológica Hospitalar, juntamente com o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), realizou uma mobilização itinerante pelos diversos setores do hospital, para orientar os colaboradores, pacientes e visitantes sobre a imunização e medidas preventivas, visto a sazonalidade e aumento do número de casos na Bahia. Para isso, o Núcleo de Vigilância e o SCIH contaram com a participação fundamental dos cipistas, que, na ocasião, foram multiplicadores nas áreas assistenciais, transmitindo orientações aos profissionais da assistência sobre a importância de não trabalhar gripado, de não permitir visitas de familiares ou visitantes gripados a pacientes internados, bem como a importância de procurar assistência médica em casos do surgimento dos sintomas da gripe.

Além de orientações sobre a Gripe, foram distribuídos materiais informativos e álcool-gel. | Foto: Divulgação Ascom – HSR

“Foi um dia muito produtivo, visitamos todas as áreas assistenciais e de apoio do HSR, além de áreas administrativas. A ação preventiva para Influenza, neste período do ano, é de grande importância para estimular a vacinação de todos os colaboradores, além de divulgar medidas de precaução, como a higiene de mãos”, pontuou Dra. Silviana Ultchak, médica do SCIH.

Além das informações fornecidas durante a ação, o grupo distribuiu folders com orientações sobre a Influenza e álcool em gel 70%, para os colaboradores da assistência.

Sua Saúde: Desacelerar – este é o convite!

Sua Saúde: Desacelerar – este é o convite!

Foto: Divulgação Ascom – HSR

 

O início do ano é o momento da esperança em um novo ciclo e de novas oportunidades! Nesse instante, nada melhor que desacelerar e desenvolver a capacidade de aproveitar a caminhada e os momentos nos seus detalhes mais singelos.

Moramos em uma cidade que nos presenteia, diariamente, com belas paisagens, praias maravilhosas, parques naturais, lindas plantas e flores e dias ensolarados, que terminam com esplêndidos pores do sol, seguidos por noites estreladas. Você já prestou atenção em como está o dia hoje? Observou como estão as pessoas  ao seu redor e por onde passou? Observou a si mesmo, suas emoções, seus sentimentos e suas necessidades?

Com a vida cada vez mais corrida, perdemos a capacidade de observar o caminho, o tempo, e também como estamos nos sentindo. Contemplar mais, respirar calmamente e fortalecer o hábito de  agradecer são atitudes que estão sendo abordadas nos dias atuais e usadas como estratégias de enfrentamento na nossa rotina diária. O mindfulness surge nesse novo contexto, em que se faz necessário desacelerar. Inovadora, e diria até audaciosa, essa técnica tem despertado adeptos em todo o mundo, sendo considerada, inclusive, como capaz de melhorar a habilidade de concentração dos seus praticantes, por meio da capacidade de prestar atenção no momento presente e toda a sensação que esse movimento desperta interna e externamente; tomar consciência plena do que está sendo experienciado, sem julgamentos ou desejo de mudar, simplesmente contemplar. Se você até o momento nunca ouviu falar sobre essa técnica, fica o convite para conhecer e experimentar um pouco mais. Acesse o link https://youtu.be/Lby7ynMBZ68 e quem sabe, construa o seu ano melhor.