Central de Marcação: (71) 3409-8000

Qualidade e Segurança

O pioneirismo, a inovação, a qualidade e a segurança na assistência sempre foram prioridades para o Hospital São Rafael. A partir de 2008, a direção implantou um modelo formal de Gestão pela Qualidade e Segurança do Paciente. Uma diretriz que busca garantir a excelência dos processos relacionados à melhoria contínua das práticas assistenciais e administrativas.

A instituição acredita que o crescimento profissional acontece quando as pessoas trabalham em sintonia, buscam a interação e o aperfeiçoamento entre os processos, atuam de forma sistêmica (conhecimento do todo), engajadas e procuram a realização naquilo que fazem.

  • Promover visão sistêmica.
  • Disseminar a cultura de qualidade e segurança na instituição.
  • Garantir a segurança do paciente, do profissional e do ambiente.
  • Assegurar as boas práticas assistenciais e administrativas.
  • Promover ações de melhorias entre os processos da instituição.

Para estimular e consolidar a gestão pela qualidade e a utilização do método do PDCA, bem como as ferramentas de qualidade, o HSR promove, desde 2014, a Mostra de Trabalhos da Segurança e Qualidade da instituição. Durante a Mostra, são apresentados os trabalhos desenvolvidos pela instituição, voltados à melhoria contínua, que são expostos por meio de apresentações orais e pôsteres.

A Mostra da Qualidade permite a socialização e troca de conhecimento entre os diversos setores do hospital e, consequentemente, contribui para o aperfeiçoamento da Gestão pela Segurança e Qualidade, bem como garante a sustentabilidade da instituição.

Padrão é um compromisso documentado, utilizado em comum e repetidas vezes pelas pessoas relacionadas com um determinado tipo de trabalho. Um bom padrão é aquele que sofre melhorias constantes, a partir da experiência daqueles que o utilizam. No HSR, a padronização é uma técnica que visa reduzir a variabilidade dos processos de trabalho sem prejudicar sua flexibilidade, sendo importante para garantir uniformidade, previsibilidade, orientação, eficiência e segurança.

A atividade de padronização tem como objetivo facilitar a obtenção de resultados, permitir o controle e estabilização das atividades, possibilitar o registro formal do conhecimento técnico e gerencial do negócio, proporcionar uma base para as iniciativas de melhoria contínua e avaliação dos processos.

A padronização é a base do gerenciamento, criando condições para:

  • Gestão.
  • Controle da variabilidade.
  • Instrumentalização dos profissionais na tomada de decisão.
  • Homogeneização das condutas.
  • Definição de papéis – Delegar autoridade.
  • Educação.
  • Produção de educação e treinamento.
  • Comunicação.
  • Fornecimento de informação para os profissionais.

 

O Hospital São Rafael estabelece a gestão e o controle dos padrões da qualidade, fornecendo instruções para elaboração, identificação, revisão, aprovação, distribuição, modificação e a atualização destes padrões.

A lógica da construção da política de segurança do HSR está pautada em três eixos de gerenciamento de risco: risco do processo, risco do paciente e risco do colaborador. Dentro desse modelo, o HSR busca garantir a segurança do paciente, do colaborador e do ambiente, possibilitando a construção de uma cultura de segurança assistencial, em que os profissionais e os serviços (processos) compartilhem as boas práticas, valores, atitudes e comportamentos de redução do dano e promoção do cuidado seguro.

Metas Internacionais de Segurança

Em 2005, a Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou a Aliança Mundial para a Segurança do Paciente e identificou seis áreas de atuação. O HSR trabalha com as metas internacionais, cujo propósito é promover melhorias específicas na segurança do paciente.

Meta 1 - Identificar os Pacientes Corretamente

Garantir a identificação de pacientes em atendimento, aos níveis hospitalar e ambulatorial, visando assegurar a identificação correta do paciente, antes de qualquer exame ou procedimento.

 

Meta 2 - Melhorar a Comunicação Efetiva

Garantir que a comunicação entre os profissionais, entre os processos/ áreas e paciente e familiares de forma oportuna, precisa, completa, sem ambiguidade e compreendida.

 

Meta 3 - Melhorar a Segurança de Medicamentos de Alta-Vigilância

Garantir a Segurança de Medicamentos Potencialmente Perigosos em toda a cadeia medicamentosa

Meta 4 - Assegurar Cirurgias com local de intervenção Correto, Procedimento Correto e no Paciente Correto

Garantir a política de Cirurgia Segura que estabelece ações para assegurar o cumprimento em toda a linha cirúrgica

 

Meta 5 - Reduzir o Risco de Infecções Associadas aos Cuidados de Saúde

Garantir as diretrizes e normas para a aquisição de medicamentos e materiais, realização de higienização das mãos, procedimentos invasivos, processamento de materiais e controle de germes multirresistentes, requisitos essenciais para segurança e qualidade.

 

Meta 6 - Reduzir o Risco de Lesões ao Paciente, decorrentes de Quedas

Garantir a redução do risco de danos ao paciente, resultante de quedas.

Certificações

Acreditado com Excelência – Nível 3

O trabalho realizado pelo HSR é validado pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, bem como, pela Organização Nacional de Acreditação – ONA, que concedeu à instituição, em 2012, a certificação de Acreditado com Excelência – Nível 3. Esta certificação tem como objetivo comprovar a segurança no gerenciamento de processos assistenciais, administrativos e de apoio, buscando sempre a promoção de uma assistência cada vez melhor e mais segura. É uma metodologia muito importante para a área da saúde, pois reforça a credibilidade, a confiança e a sustentabilidade da instituição, assegurando aos clientes qualidade e segurança na assistência.

 

Certificação na Prevenção da TEV

Em 2015, o Instituto Qualisa de Gestão – IQG concedeu ao HSR a certificação por Distinção na Prevenção do Tromboembolismo Venoso – TEV. Com isso, o HSR tornou-se também o primeiro hospital do Norte e Nordeste a receber essa certificação.  Estas conquistas demostram o pioneirismo e a constância de propósito da instituição em busca da consolidação da gestão pela qualidade e segurança, compromisso este que faz parte da missão da instituição, “Ide, Ensinai e Curai”.

Linha do Tempo

2008

Novembro – Visita do Instituto Qualisa de Gestão (IQG) para o primeiro diagnóstico e emissão do relatório sinalizando as oportunidades de melhorias.

 

2009

Fevereiro – Avaliação de 100% das áreas com foco no relatório do IQG.

Outubro – Realização da Campanha Institucional SER – HSR (SER Humano, SER Seguro e SER Referência), tendo como objetivo fortalecer a Visão Sistêmica, a interação entre as áreas e o compromisso da instituição com a segurança da assistência.

 

2010

Julho – Visita de pré-certificação do IQG, com o objetivo de preparar ainda mais a instituição para a busca da certificação.

Março e agosto – Primeiras visitas de acompanhamento da certificação.

Dezembro – Certificação do Hospital São Rafael, Acreditado Pleno – Nível 2.

 

2011

Dezembro – Primeira visita de manutenção da certificação.

 

2012

Abril, julho e outubro – Visitas de acompanhamento e início da preparação para a recertificação.

Novembro – Início da 2ª Campanha SER HSR, voltada à continuidade e ao fortalecimento das ações realizadas durante a campanha anterior (SER Humano, SER Seguro e SER Referência), mas com a inserção de um novo foco: SER Hospitaleiro, SER Solidário e SER Responsável.

Dezembro – Nos dias 3, 4 e 5, foram realizadas as visitas de recertificação, visando a conquista do Nível 3 da Acreditação, certificação concedida pela ONA.

 

2015

Julho – Certificação por Distinção do Protocolo de Prevenção de TEV (IQG).

Novembro – Recertificação do Nível 3 da Acreditação (ONA).